As opções binárias são uma estratégia de negociação financeira, que assenta numa ótica de aposta na performance de uma moeda ou ativo em curtos períodos de tempo. Esta é uma técnica fácil de aprender e que não exige grande formação económica, mas será que é possível lucrar utilizando esta ferramenta? A resposta é “depende”. Existem alguns fatores que distam entre um investimento e o lucro e são precisamente esses aspetos que aqui iremos analisar.

Plataforma adequada

São já inúmeras as plataformas que permitem negociar opções binárias. Informe-se sobre todos os sites disponíveis, analise as vantagens que lhe oferecem e escolha um ou dois portais para se inscrever. Os ativos passíveis de aposta não estão disponíveis em todas as plataformas, pelo que ter conta em dois locais pode abrir-lhe alguns horizontes. Nesta primeira fase, é normal que lhe ofereçam um bónus de inscrição, mas não deixe que seja esse o motivo da escolha de um determinado portal.

Dominar o método

Nos dias que correm, quem tem a informação domina o mundo. Isto acontece nas mais diversas áreas e no campo dos investimentos este poder ganha contornos ainda mais acentuados. Com efeito, deve procurar perceber como funcionam os mercados, quais são os fatores que influenciam as subidas e descidas do valor dos ativos e começar a memorizar padrões. As opções binárias funcionam muito numa lógica de tendências: se o histórico mostra um aumento sistemático, é provável que continue a incrementar.

Prever o futuro

É impossível ter sucesso na área das opções binárias sem ser capaz de estabelecer e reconhecer padrões gráficos. A melhor forma de decifrar o futuro é consultar o passado, por isso, deve servir-se das informações disponíveis para perceber o que pode acontecer a seguir. Neste sentido, a consulta de gráficos de negociação é essencial para resultados satisfatórios.

Montante certo

Nenhum investidor está sempre certo ou acerta todas as suas previsões. Mentalizar-se disto é meio caminho andado para saber lidar com o sucesso e insucesso. Esta ideia de que “vai perder” é fundamental para saber lidar com o risco dos investimentos e apostar os montantes certos. Existem dias bons e dias maus, mas o objetivo é que o balanço global seja positivo e não apenas conseguir um “bom dia”. Com efeito, deve seguir uma estratégia vencedora – a das tendências, por exemplo – e cumpri-la para estabelecer padrões lucrativos.

A regra de ouro é a mesma das apostas desportivas: nunca investir mais de 5% da sua banca. Fazendo isto mantem sempre o grosso do seu capital e vai acumulando algum dinheiro. Caso perca, perde apenas montantes residuais.

Faça levantamentos!

Este é o passo mais simples, prazeroso e difícil de atingir. Quando triplicar ou quadruplicar o dinheiro que investiu, deve levantar parte das verbas que foi acumulando. Consequentemente, deve retirar para si 50% da sua banca no final de todos os meses (os verdadeiros lucros) e manter parte da banca para continuar a investir. Claro que ao tirar parte do capital também perde capacidade para gerir os valores investidos (pode fazer menos e menores investimentos), mas também não corre o risco de perder parte significativa dos seus lucros e voltar à estaca zero.