Se você está iniciando dentro do mercado de ações ou forex agora, provavelmente ouviu falar sobre os padrões de candlestick, ou também conhecidos como “velas japonesas”, vários sites e livros se propõe a explicá-los, entretanto, aos leigos várias palavras parecem complexas e difíceis de serem absorvidas.

A primeira coisa que é preciso responder é: O que são “candlesticks” ou “velas japonesas”?

Os candlesticks são um tipo de gráfico que possibilitam análises do preço da própria ação, como qualquer área de conhecimento, várias técnicas podem ser usadas conjuntamente ao gráfico, como linhas de variações, regras de três, Fibonacci, etc. Mas, de nada todas as técnicas valem se a compreensão delas é vazia. Estamos nos propondo a esmiuçar os detalhes e significados do gráfico de velas e a primeira coisa a saber é.

O que são candlesticks e porque são chamados assim?

Quando você olha pra um gráfico de candlestick a primeira coisa que se vê são pequenos retângulos coloridos, ora com linhas saindo de suas extremidades, ora sem as linhas. Visualmente se parecem com velas e por isso levam este nome “gráfico de velas” ou “gráfico de candlestick” [o termo candlestick traduz-se por bastão de vela].

Criado no Japão do século XVIII para negociar arroz, foi adaptado no século XX para a interpretação dos mais variados ativos possíveis. O livro “Candlestick: Um método para ampliar lucros” de Carlos Alberto Debastiani é indicado como uma leitura simples que trás diversas possibilidades de utilização avançadas do Gráfico de velas.

Como se forma um candlestick?

Existem dois tipos de vela: O de alta, que consiste na variação positiva (para cima) do preço e por padrão é identificado com a cor verde ou branca e o de variação de baixa ou negativa (para baixo) que é identificado com a cor preta ou vermelha. Porém, nos aplicativos de negociação todo o gráfico pode ser editado e as cores alteradas conforme a necessidade particular do operador. Além do corpo da vela, ainda existem as sombras da vela.

Que são justamente as linhas que podem sair do corpo do candlestick. Estas sombras mostram o preço máximo do ativo (quando saem da ponta superior do candle) ou o preço mínimo (quando saem da ponta inferior do candle). Nota importante: Quando falamos de ativo ou ação, estamos falando do item que está sob negociação, podendo ser um par de moedas (USD/EUR; USD/BRL; USD/JPY; etc. ), bastante comum em mercados de forex ou opções binárias, além das commodities como Petróleo por exemplo, que são negociadas geralmente em lotes.

Tamanho da vela diz respeito diretamente

O tamanho da vela diz respeito diretamente à diferença que se tem entre o preço de abertura do candle e o preço de fechamento, quanto maior para cima, maior o preço de alta, quanto maior for o comprimento para baixo, maior é a diferença entre a abertura e o fechamento no sentido de venda. Ou seja, interpretando estes dois bastões (candlesticks) já se torna possível ter uma noção de quando entrar na operação e quando sair da operação.

E te torna um pouco mais capaz de compreender as análises técnicas.A análise técnica de um gráfico exige um conhecimento um pouco mais avançado do tema e é essencial, para um bom investidor, ter em mente dedicação a esta parte das ciências econômicas.